Menu

Notícias

IPAM » Sala de Imprensa » Notícias » Prefeitura realiza ‘Conectando: Juventude, Cultura e Periferia’ nos 29 anos do ECA
16 ago

14 visualizações

Prefeitura realiza ‘Conectando: Juventude, Cultura e Periferia’ nos 29 anos do ECA

Evento será no sábado, 17, a partir das 9h, no bairro Ulisses Guimarães, na Escola Jorge Teixeira de Oliveira, zona Leste

Para comemorar os 29 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ocorrido no último dia 13 de julho, a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família ( Semasf), em parceria e com apoio de outras entidades e instituições, realiza, no próximo sábado, 17 de agosto, a partir das 9 horas, no bairro Ulisses Guimarães, na Escola Jorge Teixeira de Oliveira, zona Leste de Porto Velho, realizará o evento ‘Conectando: Juventude, Cultura e Periferia’.

O evento é uma realização da Prefeitura de Porto Velho por meio da Semasf, e conta com a parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Associação ‘Filhas de Boto Nunca Mais’, Kanindé – Associação de Defesa Etnoambientale Mestrado Profissional de Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS).

“O evento tem como objetivo a interação entre adolescentes e jovens da nossa comunidade, oriundos do movimento hip-hop, dos serviços socioassistenciais, bem como, a discussão para uma cultura de paz e reflexão das violações de direitos humanos que a nossa adolescência e juventude enfrentam”, disse a diretora da Proteção Social Especial da Semasf, Karla Feitosa.

“A programação contará com oficinas, mesa redonda e palestras. Às 20 horas terá apresentação de grupos de rap de Porto Velho e de Rio Branco do Acre. Às 22 horas, na Praça do bairro Ronaldo Aragão acontecerá o show do Grupo Atitute Feminina de Brasilia”, informou o secretário da Semasf, Claudi Rocha.

Atitude Feminina

Com letras fortes e engajadas relacionadas aos direitos das mulheres e luta contra a violência doméstica, o grupo de hip hop Atitude Feminina é destaque na cena do rap nacional. O grupo teve a sua primeira formação no ano 2000 e desde o começo chamou a atenção para o lado feminino do movimento hip hop, pelo seu engajamento contra a violência doméstica e discriminação das mulheres de classes mais humildes da sociedade.

Comdecom

Compartilhe


Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas